Resenha : Teorema Katherine

Olá pessoas ! Nesse mês que já passou , abril , li o livro do John Green ( eu ♡ esse cara ) : ” Teorema Katherine ” .

20130517-221549.jpg
Sinopse : “Após seu mais recente e traumático pé na bunda – o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine – Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.
Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.”

20130517-222139.jpg
O design do livro é lindo . Os gráficos são facilmente compreensíveis e as notas de roda pé bem elaboradas e divertidas .O livro arranca risadas sinceras .

20130517-222216.jpg
• Frases favoritas :

♡ “Queria chorar. Deveria estar chorando, mas não estava. Estranhamente, estava deprimido demais para derramar lágrimas. Magoado demais.”

♡ “Os livros são o melhor exemplo de terminados: deixe-os de lado e eles o esperarão para sempre, dê-lhes atenção e sempre retribuirão seu amor.”

♡ “É possível amar muito alguém. Mas o tamanho do seu amor nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir dela.”

♡ “Em todo lugar o homem culpa a natureza e o destino, embora seu destino, seja na verdade, mais que o eco de seu caráter e suas paixões, seus erros e suas fraquezas.”

♡ “Chorar é algo a mais: é você mais as lágrimas. Mas o sentimento que Colin carregava era um macabro choro ao contrário. Era você menos alguma coisa. Ele ficou pensando naquela expressão -para sempre- e sentiu uma queimação logo abaixo da caixa torácica. Doía como a pior surra que já tomara.”

Gostaram ? É isso , beijinhos ♡

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros, Mônica, Resenhas. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s